Publicidade:

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Quem escreveu a Bíblia? Como ela foi escrita?

 Quem escreveu a Bíblia? Como ela foi escrita?  Os textos da Bíblia começaram a ser escritos desde os tempos anteriores a Moisés (1200 a.C.).

Quem escreveu a Bíblia? Como ela foi escrita?

Os textos da Bíblia começaram a ser escritos desde os tempos anteriores a Moisés (1200 a.C.). Escrever era uma arte rara e cara, pois se escrevia em tábuas de madeira, papiro, pergaminho (couro de carneiro). Moisés foi o primeiro codificador das leis e tradições orais e escritas de Israel. Essas tradições foram crescendo aos poucos por outros escritores no decorrer dos séculos, sem que houvesse uma catalogação rigorosa das mesmas. Assim foi se formando a literatura sagrada de Israel. Até o século XVIII d.C., admitia-se que Moisés tinha escrito o Pentateuco (Gen, Ex, Lev, Nm, Dt); mas, nos últimos séculos, os estudos mais apurados mostraram que não deve ter sido Moisés o autor de toda esta obra.

A teoria que a Igreja Católica aceita é a seguinte: O povo de Israel, desde que Deus chamou Abrão de Ur na Caldéia, foi formando a sua tradição histórica e jurídica. Moisés deve ter sido quem fez a primeira codificação das Leis de Israel, por ordem de Deus, no séc. XIII a.C.. Após Moisés, o bloco de tradições foi enriquecido com novas leis devido às mudanças históricas e sociais de Israel. A partir de Salomão (972 – 932), passou a existir na corte dos reis, tanto de Judá quanto da Samaria (reino cismático desde 930 a.C.) um grupo de escritores que zelavam pelas tradições de Israel, eram os escribas e sacerdotes.


Ela não foi escrita por somente um autor, trata-se de uma criação coletiva. "A Bíblia é um conjunto de livros escritos por autores variados e, muitas vezes, desconhecidos. Vários livros são resultado de uma produção coletiva ao longo do tempo", diz o cientista da religião João Décio Passos, da PUC-SP. Os especialistas estimam que a produção e reunião de todos os textos que compõem a Bíblia foram feitas ao longo de um período de mais de mil anos, iniciado provavelmente por volta do século 10 a.C. e estendido até o século 2 da era Cristã. A coisa complica de vez, e gera seguidas controvérsias entre os historiadores, quando se tenta identificar com precisão quem foram os responsáveis por determinados trechos da obra sagrada. Um dos grandes problemas é que até o século 2 d.C. era algo bastante comum atribuir, indevidamente, a autoria de vários textos a personagens bíblicos ou a apóstolos de Jesus.


Já existem fortes evidências, por exemplo, de que uma parte das Cartas de Paulo não foi realmente elaborada por esse importante seguidor de Cristo, e sim por escritores ainda totalmente desconhecidos. Independentemente de quem foram os autores dos vários livros que compõem a Bíblia, para a tradição judaico-cristã a obra, mais do que um trabalho humano, é principalmente o resultado de uma inspiração divina. "Acredita-se que esses textos não são apenas fruto da atividade criativa de quem os escreveu, mas também de uma ação de Deus, como prega ainda hoje a tradição católica. Os livros da Bíblia foram escritos por homens, mas são o resultado de uma revelação divina", diz o monge dom João Evangelista Kovas, do Mosteiro de São Bento, em São Paulo. É importante lembrar que boa parte do conteúdo da Bíblia é formada por textos que são considerados sagrados não apenas para os cristãos católicos e protestantes como também para os judeus.

Três vezes sagrada 
Além dos protestantes, judeus também aceitam parte da Bíblia dos católicos
  Grupo religioso: Cristãos católicos
Biblia catolica

Como vêem a Bíblia Católica: Aceitam os 72 livros que a compõem. Alguns têm autoria conhecida e são creditados a profetas anteriores a Cristo e a discípulos ou apóstolos de Jesus (como o Evangelho de João)

Grupo religioso: Cristãos protestantes
biblia protestante evangélica

Como vêem a Bíblia Católica: Os protestantes não consideram sete dos 72 livros: Primeiro Macabeus, Segundo Macabeus, Judite, Baruc, Tobias, Eclesiástico e Sabedoria, além de trechos do Livro de Ester e Daniel

Grupo religioso: Judeus
torah biblia dos judeus

Como vêem a Bíblia Católica: Aceitam apenas a parte que forma o Antigo Testamento (como os Livros de Isaías e de Ezequiel, atribuídos a esses dois profetas). Não consideram o Novo Testamento como parte da sua literatura sagrada

torah fechada
papiroo contendo a biblia
Compartilhado via Revista Mundo Estranho